Acompanhe as ações da campanha #4

“Andança” nas aldeias:

Entre os dias 6/07 e 10/07, uma equipe formada por jovens lideranças indígenas visitaram 25 aldeias krahô, com o objetivo de informar as comunidades sobre as principais ações de prevenção e combate ao Covid-19.

Foram visitadas as seguintes aldeias: Pedra Branca, Areia Branca, Cachoeira, Pé de Coco, Água Branca, Taipoca, Aldeia Nova, Keyprykry, Mankrare, São Vidal, Campos Limpos, Kenpojkre, Barra, Pedra Furada, Paraiso, Capitão do Campo, Rio Vermelho, Gameleiro, Coqueiro Mangabeira, Buritizal, Cristalina, Morro do Boi, Porteira.

Participaram dessas andanças os indígenas Francisco Hyjnõ, Magayve, Leonardo Tupen, Taís Põhcutô, que receberam apoio das servidoras Maria dos Anjos (FUNAI) e Graciela Camargo (SESAI). Foram tomados todos os cuidados necessários para que eles pudessem entrar nas aldeias sem oferecer riscos à população, tais como o uso de máscaras e álcool gel.

Na ocasião, essas jovens lideranças conversaram com as comunidades sobre como prevenir o Covid-19, os sintomas e formas de contágio, os tipos de testagem e as estratégias de isolamento social, entre outras questões importantes. Essas conversas ocorreram tanto no pátio central da aldeia como nas casas familiares.

Eles puderam explicar ainda sobre as ações que estão sendo realizadas pela campanha Salve Krahô em articulação com outros órgãos governamentais, como a FUNAI e a SESAI.

A conversa no mehi jarkwa, a língua krahô, facilitou muito a compreensão das pessoas, especialmente dos mais velhos, que também puderam fazer perguntas e tirar dúvidas. Além disso, os indígenas presentes puderam assistir o vídeo feito pela Campanha Salve Krahô, que vocês também podem conferir aqui, junto com algumas fotos tiradas por Taís Põhcutô.


· Andança nas aldeias - Taís Põhcutô conversando com as mulheres.


Autonomia local:

Além da “andança”, algumas comunidades estão se organizando internamente e buscando traçar seu próprio plano coletivo. Esse trabalho local, respeitando a autonomia de cada aldeia, é muito importante para que as ações de prevenção ao Covid-19 sejam eficazes.

Na aldeia Manoel Alves, as mulheres se reuniram para conversar sobre questões importantes e desafiadoras como, por exemplo, as dificuldades do isolamento social e a importância de fortalecer o trabalho das barreiras sanitárias. Essas mulheres guerreiras sabem da importância da vida e dos cuidados femininos para o bem-estar de suas famílias e de suas comunidades. Elas cumprem um papel político muito importante nesse momento.


· Reunião das mulheres na Manoel Alves


· Reunião das mulheres na Manoel Alves


· Tais Põhcutô liderança da Manoel Alves


Os homens também estão na linha de frente dessa luta. Eles se construíram uma barreira sanitária da Manoel Alves, visando fortalecer o trabalho de higienização e monitoramento de todas as pessoas que entram e saem da aldeia.

Esse trabalho complementar é fundamental no combate ao Covid-19!



· Higienização de documentos na barreira sanitária na Manoel Alves


· Higienização de documentos na barreira sanitária na Manoel Alves


· Reunião homens sobre a barreira sanitária na Manoel Alves


BALANÇO — 01/04 a 15/07

Arrecadado R$ 42 049,00

Objetivo R$ 100 000.00

Falta R$ 57 951,00


GASTOS — 18/06 a 15/07

Transporte/combustível R$ 2 178,00

Alimentação R$ 2 071,00

Estrutura das guaritas R$ 565,00

Manutenção R$ 4 850.00

Total R$ 9 664,00

SALDO — 15/07

R$ 2 461,00


66 visualizações
  • Branco Facebook Ícone